Mais um filme de Velho Oeste. Mão é o Velho Oeste dos irmãos Joel e Ethan Coen o longa inspirou-se no romance escrito por Charles Portis, e conta o drama Mattie Ross (Hailee Steinfeld), uma menina de 14 anos que vai à cidade de Fort SmithArkansas, com sede de justiça e tenção de  reaver  o corpo de seu falecido pai. Como não obtem ajuda das autoridades legias,a determinada, garota procura o  agente federal Rooster Cogburn (Jeff Bridges)  com  a intenção de contratá-lo para ajudá-la a encontrar, morto ou vivo o assassino de seu pai. LaBoeuf (Matt Damon) também está a procura desse mesmo criminoso e junta –se a caça.

Em 1969 o livro já havia sido adaptado para as telonas o que rendeu a John Wayne, o Oscar de melhor ator interpretando o Fort Smith,

Sendo assim, podemos dizer, que o “remake” é de fato um ato de bravura, com o perdão do trocadilho uma bravura indômita, é possível ver nessa adaptação os traços característico dos Coen, o “non sense”, o humor negro, sem falar do tratamento de cores que lembra  muito o premiado Onde Os Fracos Não Tem Vez, dos mesmo irmãos.

Os aspectos técnicos são encantadores e faze jus a todas as dez indicações ao Oscar desse ano, concorre melhor Filme, Diretor, Ator (Jeff Bridges), Atriz Coadjuvante (Hailee Steinfeld), Roteiro Adaptado, Direção de Arte, Fotografia, Figurino, Edição de Som, Mixagem de Som.

Com certeza merece 5 etrelas!